Caso alguém não saiba, tenho uma filha de três anos, a Maria Eduarda. Ou Duda. Pois então, comecei este ano a minha batalha contra o terror dos dentistas: a chupeta. Eu costumo chamar de bico e ela de bibi. Seja qual for o nome, este é o objeto com o qual estou lutando contra.  Quero compartilhar minha experiência e quem sabe ajudar outros pais que também estão na mesma batalha.

Nem preciso dizer que ela está ganhando com folga. Porém, fizemos avanços importantes: combinamos que o bico será usado apenas para dormir e já a convenci que além de deformar os dentes, a chupeta é anti-higiênica. A dentista, que também é minha amiga e sabe da minha luta, deu de presente o livro Chupeta Capeta para ajudar na missão.

Hoje colocamos um dos bico favoritos dela no lixo, porque ele estava furado. Aliás, ELA botou. Ponto para mim! Também combinamos que no final de semana vamos esconder as chupetas numa gaveta e esquecer delas lá. Vamos ver o que acontece. Aguardem cenas dos próximos capítulos!

Anúncios