Ai, gente, ODEIO despedidas. Esse é um post ambíguo. Ao mesmo tempo em que comemoro a minha vitória e esse avanço da minha filha, vejo ela se distanciando cada vez mais do pequeno bebê que cabia no meu antebraço. Sei que os filhos crescem (graças a Deus, em alguns aspectos), mas será que não dá para o tempo parar só um pouquinho para eu curtir ela um pouco mais?!

Finalmente posso dizer que venci a batalha contra o bico. Já são algumas semanas sem – ouso dizer até que estamos há mais ou menos meio mês sem – e já considero uma batalha vencida. Ela raramente se lembra da chupeta e só pede quando está chorando e mesmo assim consegue se acalmar sem recorrer a este método. Eu já disse que coloquei todas fora, mas a verdade é que guardei para que ela leve até o Papai Noel (eu sei que ainda faltam 6 meses até o Natal) e ela mesma deixe lá. Vejo como algo simbólico, sei lá.

A satisfação de conseguir retirar um hábito prejudicial e ter feito isso explicando e ela entendendo tudo não tem preço. A saúde futura do meu bolso também agradece. Essa foi apenas uma das minhas batalhas e espero poder compartilhar as outras com vocês em breve. A próxima? Provavelmente a mamadeira com leite antes de dormir e de manhã… Aguardem!

Confiram aqui os outros capítulos:

Eu X Chupeta (Parte 1)

Eu X Chupeta (Parte 2)

Eu X Chupeta (Parte 3)

Eu X Chupeta (Parte 4)

Anúncios