Na semana passada, fui numa estréia mais do que especial: o debut nos palcos do hermano Jeff. A peça, uma produção da turma de formação de atores da Casa de Teatro de Porto Alegre e dirigida por Zé Adão Barbosa,  fica em cartaz somente até a próxima quinta-feira (26), no Teatro do Museu do Trabalho (Centro). Ah, sim! O espetáculo se chama O Mambembe.

Daí você se pergunta, mas que raios é mambembe? Segundo o dicionário, mambembe é um grupo de teatro volante amador e de má qualidade.  São também sinônimos: ordinário, ruim, medíocre, inferior. Porém, a peça é justamente o oposto. A história conta as desaventuras de um grupo de atores que formam a Companhia Frazão que percorrem cidades realizando apresentações em lugares nem sempre apropriados. O texto é quase que uma prévia do que aguarda os integrantes da turma (torço para melhor sorte para meu amigo) de forma bastante cômica.

Personagens de O Mambembe contam com o figurinista Fabrízio Rodrigues, recém premiado com o Açorianos de Dança (figurino – Sereia, bailarina das águas). Os ingressos antecipados (na Casa de Teatro de Porto Alegre) custam R$ 15,00; no local, R$ 20,00 (R$15,00 para Clube do Assinante ZH).

Quem procura um programa leve e divertido para as quentes noites porto-alegrenses de verão, eu super indico. Vale muito a pena. Mas quem se interessou se ligue, a peça está na última semana! De segunda a quinta, sempre às 21h.

Anúncios