Já que entrei no tema “filhos”, decidi continuar por este caminho, já que sempre rende. Não importa onde se encontrem, duas mães sempre falarão sobre algo relacionado aos filhos. Em uma das milhares de passagens minha com a Duda pela Livraria Cultura, lemos o livro Menina bonita do laço de fita, que conta a história de uma menina negra que tem um coelho branquinho que deseja ser negro. A história é uma graça e como o livro foi utilizado em um trabalho da escola e rendeu positivamente, separei aqui outras sugestões de livros que abordam o tema da diferença racial.

Menina bonita do laço de fita é um clássico para quem quer ensinar sobre as diferenças raciais. A menina inventa mil histórias para justificar para o coelho a sua cor mais escura e o coelho vai tentando sempre fazer o que a menina diz, mas sem resultado. O final é um encanto à parte.

Na Feira do Livro do ano passado, compramos A ovelha roda da Dona Rosa. É a história de uma ovelha que caiu num pote de tinta rosa e estava sempre triste porque a partir de então ninguém queria brincar com ela. O galo da fazenda, se pintou de rosa e os outros animais, vendo que ambos se divertiam, resolveram fazer o mesmo. Com a chuva, todos voltam ao normal, menos a ovelha rosa, e aprendem uma bonita missão sobre diferenças.

O último que separei é A seda e a chita, que se passa no Rio de Janeiro. São duas meninas que aprendem a conviver com as diferenças desde cedo. A história tem com pano de fundo uma fábrica de tecidos e traz várias lições sobre tolerância, solidariedade e generosidade. Legal, né? Quem tiver outras sugestões compartilha aí nos comentários.

Sobre o trabalho da escola, uma colega disse para a Duda que ela é da raça negra (ela é bem pretinha mesmo) e ela chegou em casa dizendo que é a princesa da raça negra. ADOREI o resultado do trabalho na escola.

Anúncios